B.A.P “Excuse Me” Entrevista para a Kstyle: “Uma canção repleta do seu charme, que a audiência pode apreciar!”

Translator: Ana
Original post: http://www.bapyessir.com/2014/09/bap-excuse-me-interview-for-kstyle.html


[NOTA] Algumas partes foram omitidas uma vez que já foram perguntadas diversas vezes em entrevistas anteriores, tal como “Que tipo de canção é “Excuse Me”?”


P: Como foi a vossa digressão, LOE 2014, que começou em Março com a atuação em Seoul?
DH: Atuámos em vários sítios durante muitos meses, foi lamentável que tenha acabado, o sentimento de que queríamos continuar por mais tempo foi muito forte.
HC: A última performance foi em Banguecoque, na Tailândia, mas pensei que queria voltar para Nova Iorque e começar tudo de novo. Claro que tínhamos uma agenda, por isso fomos arrastados de volta para a Coreia.

P: Que país permanece na vossa memória depois da tour?
DH: A nossa primeira ida à Europa. Foi bastante animado e interessante.

P: Depois da vossa digressão, como grupo, e como indivíduos, sentem que cresceram?
HC: Sinto que nós os 6 estamos em ainda mais sincronia que antes. [T/N: Literalmente: A respiração dos nossos 6 membros está equiparada ainda mais do que antes.] Podemos dizer que crescemos nesse sentido.
DH: O mesmo que o Himchan, mas pessoalmente sinto que tornei-me capaz de cantar mais livremente, que posso quebrar a imagem que tive até este ponto.
YG: Sinto o mesmo, quero fazer digressão em mais países, penso nisto cada vez que temos uma tour.
YJ: Sinto-me um pouco menos ansioso sobre os concertos. Estou encarregue dos vocais, mas penso que foi uma tour em que as partes vocais melhoraram.
Z: Também sinto desenvolvimento em bastantes áreas, mas também há imensas que estão em falta.
JU: Fizemos imensas performances, sinto que agora posso estar mais descansado/ à vontade.


P: Houve também uma perna no Japão da vossa digressão LOE 2014, digam-nos as vossas impressões, por favor.
DH: Visitaram-nos muitas fãs, ficámos extremamente contentes. Mais do que da última vez, os gritos foram mais altos, e houve muito poder nos seus aplausos, os nossos corações incharam. No entanto, o mais surpreendente foi que a idade das fãs que compareceram foi mais variada do que no passado.

P: Quando estava a fazer tour pelo Japão e anunciaram as notícias sobre o lançamento de “Excuse Me”, como foi ver as reações felizes das fãs?
DH: Foi bastante emocional. As fãs japonesas enviaram-nos o seu apoio nas redes sociais, ao ver as suas mensagens sobre como gostam desta canção, ficámos muito felizes. O sentimento de querermos que elas(es) ouvissem uma nova “Excuse Me” o mais rápido possível foi muito intenso.

P: Houve algum “acontecimento relevante” durantes estes espetáculos?
HC: Enquanto fazíamos digressão no Japão, fomos ao Brasil. Quando a nossa atuação lá terminou, tivemos um concerto no Japão. Estávamos extremamente cansados, mas mantivemos a nossa promessa aos fãs, e subimos ao palco. Não conseguimos dormir, a nossa energia estava baixa, mas atuamos com sucesso nesse dia. Foi graças aos nossos fãs, foi muito excitante, e fomos também capazes de desfrutar (do concerto).

P: Este é o vosso 4º single, mas o que acharam quando viram que o vosso single, “No Mercy”, conseguiu chegar ao #2 na tabela da Oricon?
DH: Quando lançamos “No Mercy” não conseguimos aparecer na TV para as nossas promoções, por isso em vez disso, promovemos em áreas com fan meetings, mas com a ajuda dar fãs ficámos em #2. Ao ouvir isso, ficámos realmente surpresos. Estamos muito contentes e queremos agradecer-vos.

P: Quais são alguns dos pontos da dança desta canção?
Z: O M/V e a coreografia ao vivo são ligeiramente diferentes; nas performances fugimos da imagem de “Warrior” e “1004” ao apenas nos divertimos juntos com o ritmo da canção.

P: As filmagens do PV (MV) foram difíceis?
Z: Yeah, tivemos que refazer coisas muitas vezes.

P: Como foi o rap?
YG: O rap japonês é muito mais difícil que o Coreano. Especialmente a pronunciação. Durante as gravações, o diretor japonês corrige a pronúncia.  

P: Que preparações estão a fazer para cantarem em Japonês?
DH: Treinamos imenso a pronúncia. A pronunciação é importante.

P: Como foi cantar as versões Japonesas das canções acopladas com este lançamento, as populares “Coffee Shop” e “Zero”?
Z: Ao gravar, pensámos que é importante transmitir a mensagem, por isso foi desesperante. Os outros membros também praticam imenso. Claro que é difícil já que é outra língua, mas foi divertido.

P: Youngjae, e tu? A tua parte em “Excuse Me” foi difícil?
YJ: A minha parte é metade Inglês, metade Japonês, e havia muitas palavras Japonesas que já tinha aprendido por isso não foi difícil.

P: E que tal tu, Jongup? Que impressão tens de “Excuse Me”?
JU: É uma música engraçada de se ouvir, e divertida de se acompanhar ao vivo, quero que a experienciem numa performance.

P: É claro também que é divertido para vocês/tu cantarem/cantares?
JU: Sim, é muito divertido.

P: 2 anos e meio se passaram dês da vossa estreia Coreana, dês dessa altura, houve alguma mudança nas vossas promoções?
DH: Fomos capazes de nos adaptarmos a imensas coisas, e mais do que nunca penso que temos vindo a expressar coisas com mais certeza. Podemos mais livremente e certamente obter o que esperávamos/desejávamos.

P: A vossa vida diária mudou?
DH: A nossa vida diária é SEMPRE a mesma. Se tivermos tempo, treinamos.


P: Digam-nos algo sobre a pessoa ao vosso lado, charmes que apenas vocês conheçam.
HC: O Daehyun é uma pessoa responsável. Ele controla-se bem.
DH: O Yongguk é o irmão mais velho que move o grupo e é bom a controlar os seus 5 membros. Ele é uma pessoa bastante confiável.
YG: O Youngjae tem sempre uma personalidade alegre. Ele gosta imenso de desportos. É uma pessoa bastante atenciosa.
YJ: O Zelo amadureceu. Ele é o mais novo, por isso todos sabemos que ele tem o seu lado fofo, mas por dentro ele está a pensar sobre imensas coisas. Estou entusiasmado por vê-lo deste ponto em diante.
Z: O Jongup é uma pessoa que pode ser um balanço muito bom entre outras pessoas.
JU: O Himchan tem uma personalidade realmente agradável, divertida e animada. E também gosta de comer *risos*. Ele é o tipo de pessoa que se diverte ao ser travesso juntamente com alguém.

P: Qual é o objetivo dos B.A.P daqui para a frente?
HC: É importante ter um objetivo e mover-nos até ele, mas mais do que isso, é não esquecer as nossas intenções originais; para cada um de nós dar o seu melhor, e trabalhar durante muito tempo.

P: Em último lugar, uma mensagem para as vossas fãs que vos esperam no Japão.
HC: Quero ir fazer um vivo com “Excuse Me”, mas por favor esperem um pouco. Iremos logo que pudermos. Pessoal, vamos definitivamente encontrarmo-nos.
DH: As fãs estão sempre a mandar-nos um enorme amor e a esperarem por nós, acho que temos dado o nosso melhor nas promoções até agora, mas com “Excuse Me”, desta vez vamos mostrar um lado ainda mais charmoso. Obrigado por tudo.
YG: Estou entusiasmado do fundo do meu coração para vos conhecer a todas(os).
YJ: Sentimos como as fãs Japonesas esperam pelos B.A.P com todo o seu coração. Iremos ao Japão para “Excuse Me”; definitivamente, ‘bora encontrarmos!
Z: Muito obrigado!
JU: “Excuse Me” é uma canção com a qual podemos comunicar com as fãs. Estou excitado com todo o meu coração para a próxima atuação ao vivo.

©Kstyle | Translation © Nicole @ BAPYESSIR.COM | bapyessir.com #Ana (Portuguese)

No comments:

Post a Comment