B.A.P na High Cut Japão vol. 4: “B.A.P sobre Flores”

Translator: Ana
Original post: http://www.bapyessir.com/2014/04/bap-will-be-in-high-cut-japan-vol-4-bap.html

©bapyessir.com

P: O que acham ser “fixe” sobre os B.A.P? E em que momentos se apercebem disso?
JU: Quando nos estamos a empenhar/esforçar. Quando pudemos expressar o que queremos dizer com a nossa música. Isso é o nosso fator “fixe”. Esse é o nosso trabalho.
YJ: Quando acabamos de fazer a nossa maquilhagem e de arranjar o cabelo e estamos em palco! É por isso que, na abertura dos nossos concertos, os nossos pensamentos são tão fortes. Há um sentimento excitante de “Ok, aqui vamos nós!”. Independentemente da quantidade de vezes que eu experiencie essa sensação, nunca é o suficiente!
HC: Eu também, acho que somos fixes em palco. Porque é com esse propósito (o de estar em palco) que derramamos suor a trabalhar infernalmente nas nossas preparações.
Z: Mas em palco, há mais coisas para além da música, como as nossas performances, como os B.A.P calorosos que são um pouco como uma surpresa de vez em quando é fixe! O intervalo para MCing/apresentar dos B.A.P, os B.A.P que cantam baladas dolorosamente…
DH: Por favor deixem-me dizer algo pessoal, mas no M/V de “1004”, a parte em que canto “Tu, que és como um anjo…” é bastante fixe. *risos* Peço desculpa aos outros membros! *risos* Por favor deem uma olhadela se surgir essa oportunidade.
YG: Pessoalmente, sinto-me fixe depois de um duche. *risos* Tipo, “Oh, sou tão fixe~!”
Todos: Hyu~~~~~ *membros morrem a rir*

P: Ok, então, qual é a “masculinidade” dos B.A.P?
HC: O ser capaz de decidir naquilo que precisa de uma decisão! Essa é a Mas-cu-li-ni-da-de certo! *risos* [T/N: PENSO que o Himchan está a tentar fazer uma piada aqui? O Japonês “Sore ha, o-to-ko-deshou!” que soa imenso como um slogan popular hoje em dia no Japão, “I-ma-deshou!” ^^;;]
YG: Estarmos em palco com confiança na nossa própria expressão. (A nossa masculinidade) demonstra-se dessa forma, suponho.
JU:… Ainda estou a trabalhar nisso. Tenho como objetivo tornar-me num homem crescido.
YJ: Não é sobre as aparências, mas sim a coragem que é necessária para usarmos toda a nossa energia. Quando somos capazes de fazer isso ficamos incrivelmente felizes. Masculinidade pode mesmo ser equivalente a felicidade.
DH: Compreendo o que todos estão a dizer e, para além disso, aplicando (o que disseram) como um individuo e como um grupo enquanto continuamos a fazer o nosso melhor! Se deixarmos tudo nos subir à cabeça, estamos acabados.
Z: Oh… Todas as coisas boas já foram ditas. *risos*

P: Ganharam o primeiro lugar nos programas musicais Coreanos com “1004” de First Sensibility! Nesse momento, quando “floresceram”, como se sentiram em relação ao vosso “crescimento”?
HC: Quando nos estreamos à 2 anos atrás, ainda eramos “rebentos”. Ao pensar nisso agora, eramos realmente inexperientes. A partir de então, praticámos e praticámos todos os dias, e pouco a pouco ganhámos confiança… Quando anunciaram em palco que tínhamos ganho (com “1004”), apercebi-me que tínhamos crescido! No entanto, evitar tornarmo-nos arrogantes e nos mantermos bem-educados; quero ter certeza que pelo menos fazemos isso, essa é a minha crença.
YG: Faz-me feliz quando me dizem que crescemos e sucedemos, mas a essência de quem somos não mudou! Canções masculinas e rapping… Estamos a melhorar gradualmente nestes campos, esse é o nosso crescimento.
YJ: Também penso o mesmo. Ao explorar as nossas canções e dançar, quero alcançar mais pessoas. Ultimamente, a inteligibilidade/clareza das nossas canções aprofundou-se com o nosso ponto de vista e significado! Em momentos como esses, sinto um sentido de crescimento, bem como uma sensação de realização.
JU: Seja o que for que fizemos, foi o nosso primeiríssimo ano. No nosso 2º ano fomos capazes de trabalhar com mais facilidade. Não estou a dizer que essa é a nossa verdadeira habilidade, em alturas inesperadas, nós “subimos” firmemente/continuamente… Contudo, o nosso Japonês precisa de algum trabalho! Temos que fazer o nosso melhor ao estudar. *risos*
Z: No meu caso… É quando as pessoas dizem que me tornei num adulto. Tinha 15 anos quando nos estreamos e nos 2 anos dês de então a minha altura aumentou 12cm, e o meu corpo tornou-se muito sólido! Dos erros cometidos dês de então, tornei-me capaz de ser mais “desembaraçado”… Mas é um pouco cedo para dizer que as coisas são fáceis para mim de momento, mas, se assim posso dizer, é uma boa sensação. *risos*
DH: Agora, enquanto continuamos a promover como um grupo, sinto que o nosso nível de perfeição aumenta de dia para dia. Isto para dizer, que esse é o nosso “crescimento”. Significa que estamos continuamente a “florescer”.

P: Em último lugar, uma mensagem para as vossas fãs do Japão!
HC: As preparações para o reencontro com as nossas fãs Japonesas, são, para ser honesto, muito difíceis… Tenho a dizer que estamos a fazer o nosso melhor… É por isso que podemos mostrar a nossa imagem fixe, e também a razão por ser divertido. Desta vez vamos conhecer aquelas que já conhecemos, aquelas que ainda não conhecemos, ‘bora conhecermo-nos/reencontrarmo-nos de novo para a próxima!
YG: Vamos continuar a ser fixes e masculinos. Não vamos parar na nossa busca por desafios!
YJ: Até este ponto, os B.A.P podiam ser chamados de masculinos. Porém, desta vez, mostrámos também uma imagem de bad boy, bem como uma imagem adulta. Por favor anseiem por uns B.A.P em constante expansão!
Z: Independentemente do quanto os nossos campos se ampliem, não vamos esquecer que a nossa essência é a de cantores e rappers. Essa é a nossa forma real. Daqui em diante, por favor continuem a apoiar-nos.
JU: Sempre que conhecemos as nossas fãs Japonesas, quero transmitir a nossa gratidão. A sério, obrigado pelo apoio. E também, da próxima vez que viermos ao Japão… Vamos tentar ir a uma onsen! [T/N: “onsen” = fonte termal ^^]
DH: Nós amamos-vos! A todas

Translation © Nicole @ bapyessir.com | bapyessir.com #Ana (Portuguese)

©bapyessir.com

©bapyessir.com

©bapyessir.com


©bapyessir.com

©bapyessir.com

©bapyessir.com

©bapyessir.com

©bapyessir.com

©bapyessir.com

©bapyessir.com

©bapyessir.com

©bapyessir.com
©bapyessir.com
©bapyessir.com
©bapyessir.com
©bapyessir.com
©bapyessir.com

No comments:

Post a Comment