B.A.P para a edição de Fevereiro da revista Hanako

Translator: Ana
Original post: http://www.bapyessir.com/2014/02/bap-for-february-edition-of-hanako.html

©bapyessir.com

YONGGUK

Uma canção de amor de um filme. Vejo comédias românticas frequentemente.

Olhos penetrantes/aguçados, e uma voz de rapping grossa/grave. O líder dos B.A.P, Bang Yongguk, tem uma imagem muito forte para um ídolo.
“Música não é só para se desfrutar; penso que há muito a aprender com ela. É por essa razão que temos letras que contêm em si um significado. Quero fazê-las para que sejam valiosas mesmo com o passar do tempo.”
Ele tem mão no que se pode referir como a particularidade dos B.A.P, letras que transmitem mensagens á sociedade.
“Sempre que tenho tempo, escrevo letras ou música. Há vezes em que penso demasiado mas estou a divertir-me!”
Ele também escreve canções de amor. A música “Secret Love” que se tornou num assunto muito falado na Coreia, é sobre a relação entre duas celebridades. Será que foi criada a partir de uma experiência própria?
“Perguntam-me esta questão imensas vezes, mas, eu inspirei-me no filme “Notting Hill” (risos). Também gosto do filme “Midnight in Paris” do Woody Allen e já o vi vezes sem conta.”
Ao que parece, ele gosta de comédias românticas. Tal como a personagem principal, será que ele já foi apanhado entre duas mulheres.
“De maneira alguma! Como a personagem principal, quero conhecer o Hemingway e o Picasso numa noite em Paris (risos).”, ele fala-nos sobre o filme com um sorriso muito adorável.
“Quando arranjar uma namorada vou cuidar dela. Vou ser simpático para com ela. Se formos a um barbecue quero lhe dar de comer carne embrulhada em alface (risos).”

©bapyessir.com


HIMCHAN

Em vez de oferecer coisas, quero encontrar algo que possamos fazer juntos.

O Himchan tem um ar nobre nele, e costumava ser parte da elite, estudando instrumentos tradicionais coreanos.
“A minha disciplina específica era percussões. Estudei isso até à universidade mas fiquei atraído por música pop e rap e portanto entrei na indústria do entretenimento.”
Mesmo nos seus dias de Secundária, a sua boa aparência era conhecida.
“Uhuh, era ainda mais popular do que sou agora (risos). No dia de São Valentim, sempre fiquei com ambas as minhas mãos repletas de chocolate. Estou a gozar!”
Que primeira prenda daria o popular Himchan á sua namorada?
“Quero procurar por algo que possamos fazer em conjunto. Ela ficaria mais feliz se eu fizesse isso, em vez de lhe dar algo, certo?”
Será que o gourmet e bom cozinheiro Himchan quer cozinhar algo juntamente com a sua namorada?
“Primeiro, gostava de a levar a um bom restaurante. Se ela preferisse comer algo caseiro, eu consigo cozinhar a maioria das coisas, por isso far-lhe-ia algo que ela gostasse.”, uma resposta que indica o quão maravilhoso ele vai ser como marido no futuro.
“Comida Japonesa é realmente boa. O Okonomiyaki é delicioso, tanto ou tão pouco que eu até gostava de vir ao Japão em privado para uma viagem.”
Ele anda a estudar Japonês todos os dias, e até durante a pausa ele conversa em Japonês despreocupadamente.
“De momento, estou muito interessado em filmes Japoneses, vi “Kamome Shokudo” ontem.”, ele até estuda através de filmes.
Música, cozinhar, o Himchan fez estas coisas graças os seus esforços. Ao que parece, o dia em que ele irá falar Japonês fluentemente está próximo!
©bapyessir.com

DAEHYUN

Quando arranjar uma namorada quero imenso partilhar com ela um item com um par.

Olhos que nos hipnotizam e um sorriso refrescante. Ele é capaz de cantar 7 oitavas em notas agudas a dá á música dos B.A.P uma certa cor.
“Não é como se eu tivesse sido capaz de cantar notas altas dês do início. Fui adquirindo essa habilidade passo a passo, com treino vocal. Provavelmente, vão sentir-se renovados depois de me ouvirem a cantar!”
Com ambos a voz e os visuais perfeitos, as suas fãs estão divididas entre aquelas que o preferem com franja e as que não.
“Acho que a franja me fica melhor~.”, ele risse timidamente.
Os homens de Busan são considerados calados e masculinos, mas, inesperadamente, o Daehyun parece gostar de falar. Durante o intervalo vimos o seu lado brincalhão, enquanto brincava com o manto das suas roupas, imitando o Batman.
“Recentemente tenho estado muito interessado em escrever letras. Registo/Gravo palavras das quais gosto, e mais tarde, faço delas histórias.”
Ele parece ser do tipo que ficaria ainda mais popular uma vez que começasse a dizer palavras doces.
“A primeira vez que fui popular foi por volta do meu terceiro ano de Secundária, mesmo antes de eu vir para Seoul para me tornar num aprendiz. Na altura também já cantava por isso talvez me tenha destacado um pouco (risos).”
Ele era famoso pelos seus visuais até mesmo antes da sua estreia e foi também alcunhado de “Busan Wonbin”.
“Quando arranjar uma namorada quero mesmo partilhar itens aos pares com ela. Roupas ou ténis.”, o Daehyun que imagina seriamente a sua futura namorada é também fofo.
©bapyessir.com

YOUNGJAE

Num palco só para ela, quero-lhe cantar uma canção que eu tenha escrito.

Youngjae, calmo e com uma aura de rapaz adorável. Ele cumprimenta-nos, “Eu sou o Youngjae, encarregue dos vocais principais e da cara de bebé.”
Olhos bonitos e pestanas longas, o seu rosto é muito fofo. O Japonês dele é muito bom; ele responde a todas as nossas perguntas em Japonês.
“Eu estudo Japonês vendo animes e dramas. Mas o melhor é mesmo ter aulas e estudar arduamente.” Isto é de onde a sua alcunha “Cérebro” provém.
No evento da sua estreia no Japão, ele disse “Vamos devolver duas vezes o apoio que recebemos das fãs!”, uma citação famosa do drama “Hanzawa Naoki”, e tornou-se num assunto muito falado.
“Na verdade, eu ainda não tinha visto o drama quando disse aquilo (risos). Vi depois de voltar para a Coreia e fiquei seriamente viciado.”
Na Coreia, todos os membros vivem juntos num dormitório. O que foi algo que ele fez pela primeira vez recentemente? O Youngjae pensa e o Zelo sussurra no seu ouvido.
“Ah, comi o Kimichi que a avó do Zelo fez. Estava delicioso!”, ele sorri um sorriso inacreditavelmente adorável.
O Youngjae parece ser estratégico na sua maneira de abordar a confissão a uma rapariga.
“Eu arrendava uma pequena sala de shows ao vivo, e cantava-lhe uma canção que eu próprio teria escrito. Um palco só para ela. Acho que usaria um fato simples~”
Não há nenhuma rapariga que não se apaixone por ele enquanto houve a sua bonita voz de perto. Este tipo de actuação surpresa faz também parte da ternura do Youngjae.
©bapyessir.com

JONGUP

Que tipo de presente é que eu daria à minha namorada? Algo que eu goste (risos)

Ele é rotulado como misterioso pelos outros membros e tem uma sensibilidade particular.
“As pessoas á minha volta dizem que o facto de não me conseguirem entender é interessante e que isso é o meu charme… Suponho?”
Geralmente a sorrir, o Jongup deixa uma impressão simples/suave. Mas ele parece uma pessoa completamente diferente quando está a dançar em palco, cheio de vigor/força.
“As nossas danças têm grandes movimentos e são fortes. Geralmente, temos coreografias que são bastante masculinas. Acho que a mais difícil é a “Power”. É difícil fazer pequenos movimentos e manter o ritmo.” Como esperado da máquina de dança do grupo, ele é falador no que toca á dança. Quando lhe perguntamos sobre a sua primeira experiência no Japão, Jongup diz-nos:
“Fomos comer Okonomiyaki. Foi feito á nossa frente e o processo e design foram bastante interessantes. Pensei que provavelmente haveria muitos elementos específicos envolvidos no processo de se fazer (o Okonomiyaki).”
Os seus pensamentos acerca da primeira prenda que daria à sua namora são igualmente especiais.
“Hum, eu vou escolher algo que goste (risos). Vou dar-lhe ténis. Porque acho que raparigas que calçam Air Jordans são adoráveis.”
Ele acabou a secundária no ano passado mas será que era popular na escola?
“Não de todo! Mas sempre recebi um chocolate no dia de São Valentim. Havia uma rapariga que dava giri-choco [Nota: “chocolate de obrigação”, chocolate que se dá alguém por quem não se tem nenhum sentimento romântico.] a todos os rapazes da turma (risos).”
©bapyessir.com

ZELO

Se me confessasse seria com uma canção minha.

O Zelo que se distingue a ele mesmo com o seu rap rápido, atrai fãs com as suas expressões provocativas e impressionante desempenho em actuação. Ele parece bastante maturo em palco, mas quando está apenas a falar com os outros membros, ele é o mais novo com 17 anos, ainda cheio de fofura.
“Quando estão adultos por perto vejo-me como uma criança mas senão for esse o caso até sou meio adulto (risos). Sou bastante cauteloso.”
Ouvimos dizer pelos outros membros que “O que o Zelo diz enquanto dorme é extraordinário.”
“Eu não falo enquanto durmo. Não sou uma criança!”
Sobre o seu rap rápido:
“Geralmente, não falo nem ajo depressa.”, ele ri timidamente.  
O modo como a sua voz fica mais baixa á medida que chega ao final das suas frases também faz contraste com a maneira de como ele é em palco.
“Antes de entrar em palco, esvazio o meu coração e penso “Este sítio é meu!” Quando faço isto, torno-me no Zelo dos B.A.P.”
Ele tem senso de estilo ao ponto de mesmo quando apenas vai á loja de conveniência
verificar o seu traje da cabeça aos pés. E que tal a roupa de hoje?
“É a minha primeira vez a usar roupa como esta. Nunca usei nada do género como traje ou roupa normal, mas é um estilo que tenho tido intensões de experimentar por isso estou feliz.”
O estiloso Zelo parece ser capaz de se confessar a uma rapariga de uma maneira fixe.
“Nunca pensei nisso… Huum~, o que eide fazer.”, Ele recorre ao Jongup para pedir ajuda.
“Escrevia-lhe uma canção. Sem preparar nada, apenas lhe diria casualmente “Queria que ouvisses esta canção!””
©bapyessir.com




Translation © Julie @ bapyessir.com
  
©bapyessir.com


©bapyessir.com

©bapyessir.com
 
©bapyessir.com
©bapyessir.com
©bapyessir.com
©bapyessir.com
©bapyessir.com

©bapyessir.com
©bapyessir.com
©bapyessir.com
©bapyessir.com

© bapyessir.com #Ana

No comments:

Post a Comment