B.A.P First Sensibility - Easy, “Fácil” (tradução da letra)

Translator: Ana
Original post: http://www.bapyessir.com/2014/01/bap-to-make-their-korean-comeback-in.html



Quando as luzes do meu quarto se acenderem,
Será que alguém vai abraçar o meu eu solitário,
Que irá comer comigo,
O Ramen horrível que cozinho.
O tipo (de pessoa) que me diz que não sou
Um miúdo que não é falador e frio, e que me envolva (nos seus braços).
A noite em que não largaste as minhas mãos porque estavam frias,
Tenho saudades disso, hoje a minha mente está preenchida.

Digo adeus pela última vez e escondo a minha mente assustada, forçosamente.
Tu não sabes, (não sabes mesmo),
Livrar-me de ti não é uma tarefa fácil.
Abraçando-te pela última vez e movendo os meus pés pesados,
Não é nada disto (não é mesmo nada disto),
Livrar-me de ti não é uma tarefa fácil.

Dizer que vou esquecer-te é fácil,
O eu que está a tentar esquecer-te é feio.
Sinto-me como se fosse um tolo neste momento, enquanto acabamos.
Digo coisas que não sinto e sorriu (woo baby baby).

Está tudo bem, não estou bem, não, não, não estou bem.
Ainda estás profundamente dentro de mim, minha lady.
Sorriu mas não estou bem, não, não, não estou bem (oh baby baby).
O teu cheiro ainda está comigo.

Ainda que aja como se fosse forte, só me faz doer a cabeça,
As palavras que me disseste,
Depois de acabarmos nunca mais te irei ver de novo,
As palavras das quais mais me arrependo agora.

Digo-te para seres/viveres (uma vida) feliz pela última vez e escondo-me por de trás de um sorriso, tu não sabes (não sabes mesmo).
O teu aroma está tão enraizado em mim, uma manhã sem ti é tão dolorosa.
Digo que te amo pela última vez e engulo as minhas lágrimas, forçosamente, não é nada disto (mesmo nada disto)
Ajo como senão fosse nada, quem poderá saber o que me vai na mente?

Dizer que vou esquecer-te é fácil,
O eu que está a tentar esquecer-te é feio.
Sinto-me como se fosse um tolo neste momento, enquanto acabamos.
Digo coisas que não estão na minha cabeça e sorriu (woo baby baby).

Dizer que vou esquecer-te é fácil,
(Não fiz nada de bom por ti, por isso não posso prender-te)
O eu que está a tentar esquecer-te é feio.
(A última lágrima que cai no teu rosto sou eu, o meu lado direito sem ti é me estranho)

Está tudo bem, não estou bem, não, não, não estou bem.
(Está tudo bem, não estou bem, não, não, não estou bem.)
Sorriu mas não estou bem, não, não, não estou bem.
(Sorriu mas não estou bem, não, não, não estou bem)
Está tudo bem, não estou bem, não, não, não estou bem,
Sorriu mas não estou bem, não, não, não estou bem.

© BAPYESSIR.COM #Ana (Portuguese)

No comments:

Post a Comment